ABIMDE

News - Learn all about ABIMDE here

Cerimônia formaliza posse de Ricardo Cappelli na presidência da ABDI

Prestigiada por ministros, governadores e parlamentares, solenidade no Ministério do Planejamento marca nova fase da Agência no apoio à indústria nacional
By ABIMDE. Updated on 02/27/2024 - Published in 02/27/2024
See also
#SomosABIMDE: Conheça a Akaer By ABIMDE Updated on 02/27/2024 - Published in 02/27/2024
Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024 By ABIMDE Updated on 02/27/2024 - Published in 02/27/2024
ABIMDE comemora sucesso em sua participação na LAAD Security & Defense By ABIMDE Updated on 02/27/2024 - Published in 02/27/2024
#SomosABIMDE: Conheça a SOL By ABIMDE Updated on 02/27/2024 - Published in 02/27/2024
See more

A posse de Ricardo Cappelli como novo presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) foi formalizada na manhã da última quinta-feira, 22/02, em uma solenidade que marcou o início de seu mandato de quatro anos à frente da Agência. Realizada no auditório do Ministério do Planejamento, onde também foi lançada a nova logomarca da ABDI, a cerimônia teve a presença de parlamentares, autoridades do governo federal, de Estados e de prefeituras.

Além do vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, e dos diretores da Agência, Carlos Geraldo e Perpétua Almeida, compareceram ao evento, entre outros, a ministra do Planejamento, Simone Tebet, o ministro da Defesa, José Múcio, e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento, Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante.

Gerentes e colaboradores da ABDI também se destacaram entre os muitos convidados da cerimônia, além da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança – (ABIMDE), que foi representada pelo seu presidente-executivo, general Aderico Mattioli. Ele afirmou que a ABDI desempenha um papel fundamental no impulsionamento da indústria brasileira, contribuindo para a inovação, a competitividade e o desenvolvimento econômico do país.

“A ABDI trabalha alinhada às políticas governamentais, implementando ações que estejam de acordo com os objetivos estratégicos do país, como o fortalecimento da indústria, a geração de empregos e o desenvolvimento sustentável”, disse, ao parabenizar o novo presidente da ABDI pela assunção ao cargo.

A cerimônia foi iniciada com o descerramento da nova marca da ABDI e a assinatura do termo de posse em um ato seguido por discursos em defesa da indústria nacional. Cappelli, por meio de recortes históricos, listou movimentos de oposição à industrialização e ao desenvolvimento nacional que marcaram as eras Vargas e JK e se estenderam aos últimos anos. “Essa não é uma batalha fácil na história do Brasil. Ela mostra como o debate sobre o desenvolvimento do país está presente em toda a nossa história”, destacou.

 

Pessoas sentadas em cadeiras

Descrição gerada automaticamente com confiança média

 

“As críticas de então”, prosseguiu o presidente da ABDI, “são exatamente iguais às apresentadas hoje à Nova Indústria Brasil (NIB)”, afirmou, referindo-se à política industrial lançada em janeiro deste ano pelo governo federal com aportes de R$ 300 milhões para retomar, modernizar e alavancar o setor industrial brasileiro por meio, entre outras medidas, da transformação digital e do incentivo à inovação. 

“A primeira questão central é auxiliar no estabelecimento de metas de monitoramento e de indicadores que possam aferir a qualidade dos investimentos públicos. A segunda é estimular o investimento público na inovação e as encomendas tecnológicas. Por último, vamos atuar para tornar a estrutura regulatória do país mais eficiente”, explicou.

“Não tem nada mais importante neste momento do que fazer o país voltar a se desenvolver, gerar emprego de qualidade, porque é isso que vai fazer as pessoas acreditarem que a democracia melhora a vida delas. Quando a democracia se mostra incapaz de melhorar, as pessoas deixam de acreditar. E é isso que a gente tem que entregar neste país”, completou Cappelli. 

Oportunidades e Desafios

As autoridades que integraram a mesa da cerimônia representaram diferentes frentes de atuação para o desenvolvimento nacional. O presidente da Federação das Indústrias de Brasília (Fibra) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Jamal Jorge Bittar, celebrou a retomada do setor com a expectativa de um cenário crescentemente favorável que forneça condições para que a indústria nacional se desenvolva e gere empregos. “É impossível trabalhar com taxas de juros que ainda são escorchantes”, alertou. “O brasileiro não quer viver de bolsa-família, ele quer viver de trabalho, com boa renda, que são coisas que a indústria promete”.

O papel do Estado no fomento à industrialização com olhos para a integração sul-americana, por sua vez, foi lembrado por Mercadante como elemento essencial ao desenvolvimento nacional. O presidente do BNDES destacou, também, a necessidade de atenção às micro e pequenas empresas e do cooperativismo para a economia nacional, setores integrados, segundo ele, por 15 milhões de trabalhadores no MEI, 7,5 milhões de empresas no Simples e 20,5 milhões de trabalhadores organizados em cooperativas no país. 

“O cooperativismo é um modelo de negócio que tem tudo a ver com o presidente Lula e com o que estamos construindo. E nós precisamos de políticas de crédito e de apoio ao micro e pequeno empreendedorismo”.

As parcerias público-privadas em favor da indústria foram lembradas por Simone Tebet como importantes alternativas para setor. “Só investimento privado não faz o Brasil crescer, gerar emprego e se desenvolver, mas só investimento público, também não”, afirmou. “Na parte de investimento privado, é preciso olhar para o interior do interior do Brasil. É preciso que as indústrias cheguem nas fronteiras do país”, disse, ressaltando a importância da integração sul-americana exemplificada pelo mercado argentino, terceiro maior parceiro comercial do Brasil. 

“Mais de 40% dos produtos semielaborados de tecnologia no Brasil nós não exportamos para a Europa, nós exportamos para a América do Sul e para a América Latina”, revelou. “Sem crescimento nós não temos desenvolvimento. Com desenvolvimento, nós temos tudo”.

Ao término da cerimônia, o vice-presidente Geraldo Alckmin reafirmou a importância da indústria exportadora e do comércio exterior na América do Sul. Ao ressaltar a importância de uma indústria exportadora, apontou incentivos à inovação presentes na NIB e o aumento de 130% de recursos destinados a ela pelo BNDES, no ano passado.  Destacou, por fim, a importância da energia limpa e o caráter sustentável do programa. “O Brasil é campeão da energia limpa, renovável, nós podemos fazer hidrogênio verde, de baixo carbono, com energia hidráulica, eólica, solar e biocombustíveis”.

Além de parlamentares, também estiveram presentes à cerimônia de posse, entre outros, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias; o ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França; o diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues; os governadores do Maranhão, Carlos Brandão, do Espírito Santo, Renato Casagrande, e da Paraíba, João Azevêdo; e o secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo, Aldo Rebelo.

Sobre a ABDI

A ABDI formula e executa ações que contribuem para o desenvolvimento do setor produtivo nacional. Sua missão é promover a transformação digital dos negócios por meio do estímulo à adoção e à difusão de tecnologias, a novos modelos de negócios e à política de neoindustrialização, com atenção especial à economia sustentável e à indústria verde.

Fotos: Lula Lopes/ABDI

Com informações da Assessoria de Imprensa da ABDI

Back

Member Service

(11) 3170-1860

São Paulo - SP

Avenida Paulista, Nº 575 | 12º andar, Conjunto 1201 a 1208 - Bela Vista - Zipcode: 01311-911

All rights reserved to ABIMDE2024

We use cookies to ensure that you have the best experience on our site. If you continue to use this site, we will assume that you agree to our privacy policy.