ABIMDE

Notícias - Saiba tudo da ABIMDE aqui

Cerimônia formaliza posse de Ricardo Cappelli na presidência da ABDI

Prestigiada por ministros, governadores e parlamentares, solenidade no Ministério do Planejamento marca nova fase da Agência no apoio à indústria nacional
Por ABIMDE. Atualizado em 27/02/2024 - Publicado em 27/02/2024
Veja também
#SomosABIMDE: Conheça a Akaer Por ABIMDE Atualizado em 27/02/2024 - Publicado em 27/02/2024
Pavilhão Brasil, coordenado pela ABIMDE, é inaugurado por autoridades na FIDAE 2024 Por ABIMDE Atualizado em 27/02/2024 - Publicado em 27/02/2024
ABIMDE comemora sucesso em sua participação na LAAD Security & Defense Por ABIMDE Atualizado em 27/02/2024 - Publicado em 27/02/2024
#SomosABIMDE: Conheça a SOL Por ABIMDE Atualizado em 27/02/2024 - Publicado em 27/02/2024
Ver mais

A posse de Ricardo Cappelli como novo presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) foi formalizada na manhã da última quinta-feira, 22/02, em uma solenidade que marcou o início de seu mandato de quatro anos à frente da Agência. Realizada no auditório do Ministério do Planejamento, onde também foi lançada a nova logomarca da ABDI, a cerimônia teve a presença de parlamentares, autoridades do governo federal, de Estados e de prefeituras.

Além do vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, e dos diretores da Agência, Carlos Geraldo e Perpétua Almeida, compareceram ao evento, entre outros, a ministra do Planejamento, Simone Tebet, o ministro da Defesa, José Múcio, e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento, Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante.

Gerentes e colaboradores da ABDI também se destacaram entre os muitos convidados da cerimônia, além da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança – (ABIMDE), que foi representada pelo seu presidente-executivo, general Aderico Mattioli. Ele afirmou que a ABDI desempenha um papel fundamental no impulsionamento da indústria brasileira, contribuindo para a inovação, a competitividade e o desenvolvimento econômico do país.

“A ABDI trabalha alinhada às políticas governamentais, implementando ações que estejam de acordo com os objetivos estratégicos do país, como o fortalecimento da indústria, a geração de empregos e o desenvolvimento sustentável”, disse, ao parabenizar o novo presidente da ABDI pela assunção ao cargo.

A cerimônia foi iniciada com o descerramento da nova marca da ABDI e a assinatura do termo de posse em um ato seguido por discursos em defesa da indústria nacional. Cappelli, por meio de recortes históricos, listou movimentos de oposição à industrialização e ao desenvolvimento nacional que marcaram as eras Vargas e JK e se estenderam aos últimos anos. “Essa não é uma batalha fácil na história do Brasil. Ela mostra como o debate sobre o desenvolvimento do país está presente em toda a nossa história”, destacou.

 

Pessoas sentadas em cadeiras

Descrição gerada automaticamente com confiança média

 

“As críticas de então”, prosseguiu o presidente da ABDI, “são exatamente iguais às apresentadas hoje à Nova Indústria Brasil (NIB)”, afirmou, referindo-se à política industrial lançada em janeiro deste ano pelo governo federal com aportes de R$ 300 milhões para retomar, modernizar e alavancar o setor industrial brasileiro por meio, entre outras medidas, da transformação digital e do incentivo à inovação. 

“A primeira questão central é auxiliar no estabelecimento de metas de monitoramento e de indicadores que possam aferir a qualidade dos investimentos públicos. A segunda é estimular o investimento público na inovação e as encomendas tecnológicas. Por último, vamos atuar para tornar a estrutura regulatória do país mais eficiente”, explicou.

“Não tem nada mais importante neste momento do que fazer o país voltar a se desenvolver, gerar emprego de qualidade, porque é isso que vai fazer as pessoas acreditarem que a democracia melhora a vida delas. Quando a democracia se mostra incapaz de melhorar, as pessoas deixam de acreditar. E é isso que a gente tem que entregar neste país”, completou Cappelli. 

Oportunidades e Desafios

As autoridades que integraram a mesa da cerimônia representaram diferentes frentes de atuação para o desenvolvimento nacional. O presidente da Federação das Indústrias de Brasília (Fibra) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Jamal Jorge Bittar, celebrou a retomada do setor com a expectativa de um cenário crescentemente favorável que forneça condições para que a indústria nacional se desenvolva e gere empregos. “É impossível trabalhar com taxas de juros que ainda são escorchantes”, alertou. “O brasileiro não quer viver de bolsa-família, ele quer viver de trabalho, com boa renda, que são coisas que a indústria promete”.

O papel do Estado no fomento à industrialização com olhos para a integração sul-americana, por sua vez, foi lembrado por Mercadante como elemento essencial ao desenvolvimento nacional. O presidente do BNDES destacou, também, a necessidade de atenção às micro e pequenas empresas e do cooperativismo para a economia nacional, setores integrados, segundo ele, por 15 milhões de trabalhadores no MEI, 7,5 milhões de empresas no Simples e 20,5 milhões de trabalhadores organizados em cooperativas no país. 

“O cooperativismo é um modelo de negócio que tem tudo a ver com o presidente Lula e com o que estamos construindo. E nós precisamos de políticas de crédito e de apoio ao micro e pequeno empreendedorismo”.

As parcerias público-privadas em favor da indústria foram lembradas por Simone Tebet como importantes alternativas para setor. “Só investimento privado não faz o Brasil crescer, gerar emprego e se desenvolver, mas só investimento público, também não”, afirmou. “Na parte de investimento privado, é preciso olhar para o interior do interior do Brasil. É preciso que as indústrias cheguem nas fronteiras do país”, disse, ressaltando a importância da integração sul-americana exemplificada pelo mercado argentino, terceiro maior parceiro comercial do Brasil. 

“Mais de 40% dos produtos semielaborados de tecnologia no Brasil nós não exportamos para a Europa, nós exportamos para a América do Sul e para a América Latina”, revelou. “Sem crescimento nós não temos desenvolvimento. Com desenvolvimento, nós temos tudo”.

Ao término da cerimônia, o vice-presidente Geraldo Alckmin reafirmou a importância da indústria exportadora e do comércio exterior na América do Sul. Ao ressaltar a importância de uma indústria exportadora, apontou incentivos à inovação presentes na NIB e o aumento de 130% de recursos destinados a ela pelo BNDES, no ano passado.  Destacou, por fim, a importância da energia limpa e o caráter sustentável do programa. “O Brasil é campeão da energia limpa, renovável, nós podemos fazer hidrogênio verde, de baixo carbono, com energia hidráulica, eólica, solar e biocombustíveis”.

Além de parlamentares, também estiveram presentes à cerimônia de posse, entre outros, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias; o ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França; o diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues; os governadores do Maranhão, Carlos Brandão, do Espírito Santo, Renato Casagrande, e da Paraíba, João Azevêdo; e o secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo, Aldo Rebelo.

Sobre a ABDI

A ABDI formula e executa ações que contribuem para o desenvolvimento do setor produtivo nacional. Sua missão é promover a transformação digital dos negócios por meio do estímulo à adoção e à difusão de tecnologias, a novos modelos de negócios e à política de neoindustrialização, com atenção especial à economia sustentável e à indústria verde.

Fotos: Lula Lopes/ABDI

Com informações da Assessoria de Imprensa da ABDI

Voltar

Atendimento ao Associado

(11) 3170-1860

São Paulo - SP

Avenida Paulista, Nº 575 | 12º andar, Conjunto 1201 a 1208 - Bela Vista - CEP: 01311-911

Todos direitos reservados a ABIMDE2024

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade.